Estão abertas até o dia 23 de abril as inscrições para a Miel Fellowship, uma bolsa do Pulitzer Center para profissionais de imprensa de fora dos Estados Unidos e da Europa.

Podem concorrer jornalistas, escritores, fotógrafos, produtores de rádio, cinegrafistas e cineastas (empregados ou freelances) que desejem fazer uma reportagem sobre seu país de origem ou sobre uma comunidade de imigrantes do país em outro local. 

O bolsista será selecionado pelo Pulitzer Center. A seleção será baseada na força do tema proposto e na qualidade de trabalhos anteriores do candidato. O edital destaca que as reportagens devem explorar questões sistêmicas e apresentarem uma visão abrangente da situação retratada, não sendo elegíveis matérias pontuais sobre um fato específico.   

A dotação é de US $ 5.000. Os candidatos precisam ser fluentes em inglês. 

Os termos da bolsa serão negociados durante o processo de candidatura, com base no escopo do trabalho proposto e nos resultados pretendidos. O pagamento da primeira metade será realizado no início do projeto e a segunda após o trabalho executado.  

O Pulitzer Center salienta que profissionais de países em desenvolvimento são prioridade na seleção. Ano passado a bolsa foi concedida a uma jornalista paquistanesa e a outra de Hong Kong. 

A bolsa homenageia Persephone Miel, ex-consultora sênior da Internews, que morreu em 2010.  A Internews é uma organização não-governamental que atua em mais de 100 países, dedicada a promover o jornalismo e a informação.